Quer saber se seus direitos estão sendo respeitados?

Use nossos questionários para descobrir em poucas perguntas

Saber mais

Blog da mell.ro

Anunciar

5 coisas para fazer antes de anunciar o aluguel do seu imóvel

Anunciar

5 coisas para fazer antes de anunciar o aluguel do seu imóvel

10/02/2020 Por 3 minutos de leitura

Cuidar do aluguel do próprio imóvel é uma grande liberdade. Mas também um grande desafio. Dúvidas em como anunciar o imóvel e sobre leis e direitos surgem ao longo desse caminho.

Fizemos um levantamento de algumas coisas que vão te ajudar a se organizar antes de anunciar o aluguel do seu imóvel. Primeiramente é importante tomar algumas decisões. Dessa forma, quando você for começar o seu anúncio, tudo vai estar completo. Além disso, também vai passar informações importantes para o seu futuro inquilino.

O seu objetivo é conseguir inquilinos rapidamente? Então preste atenção nas dicas abaixo.

 

1 – Tire boas fotos do seu imóvel

Antes de mais nada, as fotos ajudam muito o inquilino a começar a se imaginar morando ali. Nada de foto da parede ou da janela vazios. Para resolver isso você pode colocar nas fotos uma identificação. Dessa forma as pessoas sabem qual é o quarto e qual é a sala.

Conheça o nosso artigo sobre as adaptações para anunciar o imóvel durante a pandemia >>

2 – Defina o valor do aluguel

Lembrar de atualizar o valor do seu aluguel é bem importante. Porém, muitos donos de imóvel esquecem de fazer ao longo do aluguel. Então o inquilino sai e o valor do aluguel estará super defasado. É só buscar o IGPM do ano e dar uma olhada em quanto tempo faz que você não reajusta. Alguns donos escolhem decidir o valor do aluguel considerando uma margem de negociação.

 

Checklist para anunciar imóvel direto com o proprietário

 

3 – Saiba se o inquilino é bom

Você pode escolher pedir o contato de referência do proprietário do imóvel anterior. Também pode fazer uma análise de CPF, solicitar a última folha de pagamento de salário. Ou então contratar um seguro fiança, pois a seguradora já faz uma análise de crédito do seu novo inquilino. É importante decidir antes. Isso porque você já pode deixar claro que vai solicitar essas informações para aceitar o inquilino.

Quer saber se seus direitos estão sendo respeitados?

Use nossos questionários para descobrir em poucas perguntas

Saber mais

 

4 – Defina as garantias

Quais as garantias que você vai aceitar? É possível oferecer várias opções para facilitar encontrar um inquilino. Mas lembre-se: ao fechar negócio com o inquilino, vocês podem usar apenas 1 garantia. Existem várias opções no mercado. Como o depósito caução no valor de até 3 meses de aluguel, fiador, seguro fiança ou garantia por cartão de crédito.

 

5 – Detalhes do contrato

Decidir se você vai preferir um contrato físico ou eletrônico. Hoje em dia a facilidade é tanta que você nem precisa mais do contrato físico. Há várias opções de contratos com assinatura eletrônica, que tem o mesmo valor do físico. A duração do contrato pode ser de 12, 24 ou 30 meses. Há diferenças legais na escolha de cada duração, que valem a pena serem consideradas.

Você já conhece o contrato de aluguel residencial da Mellro? Descubra aqui >>

Agora é só começar a anunciar o aluguel do seu imóvel! Com as fotos, informações do imóvel e as exigências para o aluguel em mãos… É só criar o seu anúncio e procurar lugares para divulgar ele!

 

A Mellro tem a missão de proporcionar a melhor experiência para quem pretende encontrar um imóvel para morar ou um inquilino. Além disso, você pode fazer análise de CPF e negociar o aluguel usando um contrato eletrônico.

Saiba mais sobre o que a Mellro tem a oferecer clicando aqui!

 
Compartilhe:
WhatsAppFacebookTwitterLinkedInEmailCopy Link

2 Comments

  • Laércio masiero disse:

    Estamos vivendo um dilema alugamos uma casa este então para casal só quando mudaram levaram 2 cachorro s e 22 gatos virou um problemão vó. Os nosso antigos Visinho tá uma brigada só não sabemos o que fazer porque !não essa no contrato q não queria bichos e o inquilino não nós falou nada me ajudem por favor

    • Helena Ishigami disse:

      Oi Laércio!
      Se não tinha cláusula nenhuma no contrato contra animais você pode investigar como está a condição de vida desses bichos, pois todo contrato conta com a obrigação do inquilino de cuidar e zelar pela condição do imóvel. Então se seus inquilinos não conseguem fazer com que o imóvel continue bem cuidado, da maneira que eles receberam, com seus 24 animais você já pode rescindir o contrato por uma quebra por parte deles! Isso é valido também pela questão do barulho, caso eles estejam perturbando a vizinhança com os animais também pode ser considerada uma quebra da lei do silêncio e aí você também tem o direito de fazer a rescisão.
      Talvez seja bom procurar um advogado de direito imobiliário, ele vai saber te ajudar melhor que eu!

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Artigos Relacionados


Fique por dentro de tudo!

Quer ficar sabendo de todos os assuntos sobre o mundo de aluguel? Assine a nossa newsletter!!

Fique por dentro
de tudo!

Quer ficar sabendo de todos os assuntos sobre o mundo de aluguel? Assine a nossa newsletter!!

Quer saber se seus direitos estão sendo respeitados?

Use nossos questionários para descobrir em poucas perguntas

Saber mais

sobre

Aluguel direto com o dono, se, imobiliária, sem taxas, com contrato eletrônico gratuito, com segurança e com controle de pagamentos automático.

mell.ro

O que é a Mell.ro

Blog

soluções

Aluguel Garantido

Aluguel Prático

Análise de CPF

Conheça seus direitos

links úteis

Termos e condições

Política de privacidade

atendimento

Perguntas frequentes

Ajuda

contato@mellro.com

(41)98788-9368