Anunciar

5 coisas para fazer antes de anunciar o aluguel do seu imóvel

10/02/2020 Por 3 minutos de leitura

Cuidar do aluguel do próprio imóvel é uma grande liberdade. Mas também um grande desafio. Dúvidas em como anunciar o imóvel e sobre leis e direitos surgem ao longo desse caminho.

Fizemos um levantamento de algumas coisas que vão te ajudar a se organizar antes de anunciar o aluguel do seu imóvel. Primeiramente é importante tomar algumas decisões. Dessa forma, quando você for começar o seu anúncio, tudo vai estar completo. Além disso, também vai passar informações importantes para o seu futuro inquilino.

O seu objetivo é conseguir inquilinos rapidamente? Então preste atenção nas dicas abaixo.

 

1 – Tire boas fotos do seu imóvel

Antes de mais nada, as fotos ajudam muito o inquilino a começar a se imaginar morando ali. Nada de foto da parede ou da janela vazios. Para resolver isso você pode colocar nas fotos uma identificação. Dessa forma as pessoas sabem qual é o quarto e qual é a sala.

Conheça o nosso artigo sobre as adaptações para anunciar o imóvel durante a pandemia >>

2 – Defina o valor do aluguel

Lembrar de atualizar o valor do seu aluguel é bem importante. Porém, muitos donos de imóvel esquecem de fazer ao longo do aluguel. Então o inquilino sai e o valor do aluguel estará super defasado. É só buscar o IGPM do ano e dar uma olhada em quanto tempo faz que você não reajusta. Alguns donos escolhem decidir o valor do aluguel considerando uma margem de negociação.

 

Checklist para anunciar imóvel direto com o proprietário

 

3 – Saiba se o inquilino é bom

Você pode escolher pedir o contato de referência do proprietário do imóvel anterior. Também pode fazer uma análise de CPF, solicitar a última folha de pagamento de salário. Ou então contratar um seguro fiança, pois a seguradora já faz uma análise de crédito do seu novo inquilino. É importante decidir antes. Isso porque você já pode deixar claro que vai solicitar essas informações para aceitar o inquilino.

 

4 – Defina as garantias

Quais as garantias que você vai aceitar? É possível oferecer várias opções para facilitar encontrar um inquilino. Mas lembre-se: ao fechar negócio com o inquilino, vocês podem usar apenas 1 garantia. Existem várias opções no mercado. Como o depósito caução no valor de até 3 meses de aluguel, fiador, seguro fiança ou garantia por cartão de crédito.

 

5 – Detalhes do contrato

Decidir se você vai preferir um contrato físico ou eletrônico. Hoje em dia a facilidade é tanta que você nem precisa mais do contrato físico. Há várias opções de contratos com assinatura eletrônica, que tem o mesmo valor do físico. A duração do contrato pode ser de 12, 24 ou 30 meses. Há diferenças legais na escolha de cada duração, que valem a pena serem consideradas.

Você já conhece o contrato de aluguel residencial da Mellro? Descubra aqui >>

Agora é só começar a anunciar o aluguel do seu imóvel! Com as fotos, informações do imóvel e as exigências para o aluguel em mãos… É só criar o seu anúncio e procurar lugares para divulgar ele!

 

A Mellro tem a missão de proporcionar a melhor experiência para quem pretende encontrar um imóvel para morar ou um inquilino. Além disso, você pode fazer análise de CPF e negociar o aluguel usando um contrato eletrônico.

Saiba mais sobre o que a Mellro tem a oferecer clicando aqui!

 

2 Comments

  • Laércio masiero disse:

    Estamos vivendo um dilema alugamos uma casa este então para casal só quando mudaram levaram 2 cachorro s e 22 gatos virou um problemão vó. Os nosso antigos Visinho tá uma brigada só não sabemos o que fazer porque !não essa no contrato q não queria bichos e o inquilino não nós falou nada me ajudem por favor

    • Helena Ishigami disse:

      Oi Laércio!
      Se não tinha cláusula nenhuma no contrato contra animais você pode investigar como está a condição de vida desses bichos, pois todo contrato conta com a obrigação do inquilino de cuidar e zelar pela condição do imóvel. Então se seus inquilinos não conseguem fazer com que o imóvel continue bem cuidado, da maneira que eles receberam, com seus 24 animais você já pode rescindir o contrato por uma quebra por parte deles! Isso é valido também pela questão do barulho, caso eles estejam perturbando a vizinhança com os animais também pode ser considerada uma quebra da lei do silêncio e aí você também tem o direito de fazer a rescisão.
      Talvez seja bom procurar um advogado de direito imobiliário, ele vai saber te ajudar melhor que eu!

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!


Fique por dentro de tudo!

Quer ficar sabendo de todos os assuntos sobre o mundo de aluguel? Assine a nossa newsletter!

Fique por dentro
de tudo!

Textinho sobre os benefícios que a pessoa vai ter ao se tornar
assinante da nossa newsletter, como notícias sobre tudo etc.