Quer saber se seus direitos estão sendo respeitados?

Use nossos questionários para descobrir em poucas perguntas

Saber mais

Blog da mell.ro

Sem categoria

IVAR: conheça o novo índice para aluguel de imóvel

IVAR: conheça o novo índice para aluguel de imóvel
Sem categoria

IVAR: conheça o novo índice para aluguel de imóvel

09/02/2022 Por 5 minutos de leitura

Você está por dentro dos índices que são utilizados para definir preços de aluguel? Se não, deveria! É um tópico extremamente importante que influencia nas taxas e cobranças de mensalidade entre proprietário e inquilino. Hoje a gente vai falar sobre o IVAR, o último índice que foi anunciado recentemente. 

Na metade de janeiro, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) anunciou o lançamento do IVAR, ou Índice de Variação de Aluguéis Residenciais. De modo geral, o IVAR serve para analisar a situação dos imóveis que já estão alugados. Então, quer saber mais sobre esse índice e como ele pode impactar na sua vida? Acompanhe com a gente! 

 

Índices para aluguel

Antes de falar mais sobre o IVAR, vamos entender um pouco mais sobre outros índices imobiliários. Esses números servem para medir ou indicar determinados fatores. Ou seja, são números importantes para definir preços, relevância, temperatura do mercado, entre outros. Vale lembrar, claro, que eles podem variar de acordo com a região do país, a época do ano, e por aí vai.

Atualmente, além do recém lançado IVAR, existem dois outros índices importantes. O IPCA e o IGP-M. É essencial que proprietários de imóveis entendam sobre esses fatores. Isso porque, na hora de colocar o espaço no mercado, várias coisas podem influenciar no sucesso daquele aluguel. Inclusive, e principalmente, esses índices. Assim, sem mais delongas, saiba o que são esses três indicadores!

IVAR. como funciona

IPCA

Em primeiro lugar, vamos falar sobre o IPCA. A sigla significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. De modo geral, o IPCA busca medir a inflação de determinados serviços ou produtos. A medição é feita através do consumo das famílias. Atualmente, para montar os números do IPCA, são levados em consideração os dados de 90% das famílias que vivem em áreas urbanas. E, também, que fazem parte do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor.

Então, é importante observar o IPCA porque é ele que define como está o consumo médio das famílias. Ou seja, quais produtos ou serviços são prioridade. E como o preço desses bens influencia na compra. Basicamente, é através dele que se observa a inflação.

IGP-M

Além do IPCA, outro índice importante é o IGP-M. Este é o Índice Geral de Preços do Mercado. Assim, o próprio nome já mostra a importância desse medidor. O IGP-M acompanha os preços de tudo o que

 é colocado à venda no mercado e como esses valores oscilam. Tudo isso para entender onde há inflação ou deflação de preços em um determinado período.

O IGP-M é um dos índices mais importantes dentro da economia. Muitas pessoas o utilizam para saber quanto o dinheiro vale. Então, os proprietários de imóvel precisam ficar de olho nisso. Afinal, que jeito melhor de descobrir se a sua residência está valorizada ou não no mercado? 

Em 2021, o IGP-M assustou quem o acompanha. Houve uma alta fora do normal durante o ano. Ao fi

Quer saber se seus direitos estão sendo respeitados?

Use nossos questionários para descobrir em poucas perguntas

Saber mais

nal dos 12 meses o aumento foi de 31,10%, segundo dados da FGV. Tudo isso foi mais um dos efeitos da pandemia no Brasil. De modo geral, o aumento no índice impactou diretamente o valor dos aluguéis. Ou seja, foi preciso reajustar as mensalidades. 

O que é o IVAR?

Por fim, vamos falar dele, que está dando o que falar no mercado imobiliário. O IV

AR, que é o Índice de Variação de Aluguéis Residenciais, foi anunciado pela FGV em janeiro de 2022. Ele deve servir para analisar os preços de contratos de aluguel. A métrica utilizada é justamente essa. A base de dados consiste em contratos que estão em andamento. Por enquanto, o IVAR só contempla as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. A FGV afirmou que este é “um índice dos preços praticados no mercado em contratos de aluguel”. 

Ou seja: é através do IVAR que se poderá ter uma ideia de como formar o preço de um aluguel. Isto é, com base no que está sendo cobrado nas grandes metrópoles do país. Então, esse é o objetivo da FGV com o índice. Fazer com que seja mais fácil definir os preços no setor imobiliário.  

Como o IVAR influencia no mercado imobiliário

Porém, embora seja recente, o IVAR já está gerando burburinhos. Segundo o Imobi Report, a sensação é de desconfiança. Principalmente pela limitação geográfica da base de dados do índice. De modo geral, percebe-se que é necessário cobrir mais partes do Brasil para se medir com mais precisão. 

Apesar disso, o IVAR trata-se, basicamente, de mais uma opção de fator para que o proprietário defina seu preço. A partir daí, é importante que haja negociação entre as duas partes antes de fechar o aluguel. 

 

Conheça a Mellro

A gente espera ter te ajudado a entender melhor como esse processo funciona! Não é nada muito complicado. Porém, é preciso ficar de olho nos detalhes. Principalmente nas obrigações judiciais. 

Gostou desse conteúdo? Publicamos por aqui toda semana. Sempre buscamos trazer assuntos relevantes no mundo imobiliário. Acompanhe a gente e fique por dentro das últimas novidades! Até a próxima.

Compartilhe:
WhatsAppFacebookTwitterLinkedInEmailCopy Link

Você tem algum comentário, dúvida ou opinião? Conta pra gente!

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Fique por dentro de tudo!

Quer ficar sabendo de todos os assuntos sobre o mundo de aluguel? Assine a nossa newsletter!!

Fique por dentro
de tudo!

Quer ficar sabendo de todos os assuntos sobre o mundo de aluguel? Assine a nossa newsletter!!

Quer saber se seus direitos estão sendo respeitados?

Use nossos questionários para descobrir em poucas perguntas

Saber mais