O que decidir antes de procurar um imóvel para alugar

Buscar um imóvel para alugar nunca é uma tarefa fácil e por mais que você se mude mais de uma vez, a cada mudança as prioridades mudam. Saber o que decidir antes de procurar um imóvel para alugar, pode economizar tempo e te ajudar a ser mais assertivo na escolha.

Separamos 3 pontos a serem definidos antes de começar a procurar. Eles vão te ajudar como ponto de partida na hora de definir prioridades e necessidades na escolha do novo imóvel. Além disso, saber o que é importante para você vai ajudar na sensação de bem estar enquanto estiver morando no imóvel. Então, prepare-se para começar a definir o seu imóvel para alugar!

1. Qual o valor total do aluguel e como calcular

Um dos itens mais importantes é definir qual o valor máximo que você pode pagar de aluguel. Acreditamos que ele seja o divisor de águas na hora de decidir onde morar. Não adianta a gente ficar aqui sonhando sem saber qual o valor desse sonho, não é mesmo?

Então vem, que vamos te ajudar a descobrir quanto você pode pagar no seu aluguel. Mas antes, dê uma olhada na regra que nos baseamos para te ajudar. Depois de saber disso, você certamente vai passar a escolher o seu aluguel com uma visão mais estratégica e preservando as suas finanças.

 

  • Regra comum no mercado imobiliário de aluguel

Há uma regra que é muito usada na área imobiliária quando se fala em alugar um imóvel. A regra é: “o valor total do aluguel não deve ser maior do que 1/3 da renda total mensal do inquilino” ou, de outra forma, “a renda total mensal do inquilino deve ser 3 vezes maior do que o valor total do aluguel”.

O entendimento é que nunca devemos comprometer demais a nossa renda com o valor do aluguel, porque temos que lembrar que há muitas outras necessidades. Vamos precisar pagar a conta de água, energia elétrica, internet fixa, conta de celular, transporte, alimentação, bem estar, saúde… Ou seja, o aluguel é mais uma conta entre tantas e como se trata do seu lar, é a conta mais importante a ser paga.

Além de ser uma boa prática se basear nessa regra, ela é o ponto de partida para a avaliação de crédito ao contratar uma garantia de seguro fiança ou garantia locatícia. Se o valor do imóvel que você vai alugar não se encaixa nessa regra, certamente você vai ser recusado na avaliação e não poderá contratar essas garantias.

Por isso, nós vamos te ajudar a definir o valor que você pode gastar no aluguel do seu imóvel. E ainda, escolher o seu imóvel mais estratégicamente!

 

  • O que você vai precisar:

Você vai precisar do valor líquido da sua renda mensal ou da sua renda familiar, se você for morar com mais uma pessoa. O valor líquido é o que sobra depois de todos os descontos de FGTS, transporte e etc…, ou o que de fato entra na sua conta bancária todos os meses.

 

Como definir o valor do aluguel que você pode pagar

  • Como definir:

Com esse valor de renda total, você vai fazer uma conta simples. Vai pegar o valor da renda total e dividir por 3. O valor que der é o valor total que você pode gastar com o seu aluguel mensalmente. Fica aqui a conta com um exemplo:

 

Renda total mensal: R$ 5.000,00

5.000,00 / 3 = 1.666,66…

Valor total do aluguel: até R$ 1.666,66

 

Ou seja, nesse exemplo, o valor total do aluguel pode ser de até 1.666,66 reais. Lembrando que o valor total pode ser aluguel+IPTU ou aluguel+condomínio, ou ainda, aluguel+condomínio+seguro fiança. E assim por diante.

Quando for procurar um imóvel, antes de definir se você quer casa ou apartamento, é possível fazer um teste. Escolha baseado no valor total do aluguel e veja o que há disponível até esse valor. Assim, você pode decidir os detalhes do imóvel baseado no que está sendo ofertado no mercado e nas suas necessidades.

 

2. Tipo do imóvel

A próxima coisa a se pensar é sobre qual o tipo de imóvel que você mais se identifica para morar. Conforme o seu estilo de vida, sua rotina e tamanho da família, você vai gostar mais de um tipo ou outro de imóvel.

Abaixo, criamos uma lista de identificação, sobre algumas coisas que as pessoas falam quando escolhem um tipo de imóvel. Não é uma regra fechada, pois é possível, por exemplo, ter filhos e animais de estimação e ainda morar em um apartamento. E ser um casal e querer morar numa casa. Cada pessoa tem um gosto diferente e é importante respeitar isso. Veja qual é o seu tipo:

 

– Você é mais para o tipo casa quando:

  • Gosta de privacidade;
  • É sensível à barulho de vizinhos;
  • Você é o vizinho barulhento 😁;
  • Tem tempo ou dinheiro para fazer as manutenções necessárias do terreno, telhado, calhas, piscina e etc…
  • Quer ter um espaço de churrasqueira e piscina para compartilhar com convidados;
  • É uma pessoa mais ativa à noite;
  • Gosta mais de morar no bairro (mais tranquilidade ou facilidades);
  • Não gosta de ambientes fechados.

Ou seja, a casa permite mais privacidade, mas tem um custo de manutenção mais alto. Qualquer que seja o tipo do imóvel, sempre haverá prós e contras. O importante é seguir o seu estilo. Se você é uma pessoa caseira e que adora passar o final de semana mexendo no jardim, a casa vai ser ótima.

 

– Você é mais tipo apartamento quando:

  • Gosta mais do agito das regiões centrais da cidade;
  • Trabalha muitas horas por dia e vai para casa só para dormir;
  • É novo na cidade e ainda não recebe muitas visitas;
  • Se sente mais seguro morando em um apartamento;
  • Quer ter as facilidades de um condomínio sem se preocupar com as manutenções de piscina, churrasqueira.
  • Viaja muito;
  • Se adapta bem com vizinhos bem coladinhos na sua parede.

Já no caso do apartamento, não há quintal para se preocupar, é mais seguro, mas pode ser bem barulhento. Quem costuma gostar de apartamento tem uma rotina mais agitada, às vezes mora sozinho(a), faz atividades que são mais internas (dentro de casa) ou que pode ser compensada com uma boa estrutura de condomínio.

 

Qual o melhor tipo de imóvel para você alugar

3. Tamanho do imóvel

Agora, não só o tipo de imóvel é importante, como também o tamanho. Essa característica precisa estar de acordo com a sua rotina e o tamanho da sua família. Veja alguns detalhes sobre o tamanho e com o que você se identifica.

 

– Você é o tipo que precisa de pouco espaço (até 60 metros quadrados e/ou com condomínio pequeno) quando:

  • A família é pequena (só você ou um casal com no máximo 1 filho);
  • Tem um animal de estimação, mas de porte pequeno;
  • Trabalha em home office, mas mora sozinho ou com um companheiro(a);
  • Passa muito tempo fora de casa e tem uma rotina mais agitada.

 

– Você é o tipo que precisa de mais espaço (casa grande, apartamento com mais de 60 metros quadrados e/ou com condomínio grande) quando:

  • É tutor de um cachorro de médio à grande porte;
  • Tem filhos e quer dar mais espaço para eles interagirem com a natureza e com mais espaço para brincar;
  • Gosta de receber a família e os amigos em um espaço mais amplo;
  • Mais de uma pessoa trabalha no modelo home office ou tem uma rotina mais caseira;

 

Conseguiu se decidir? Se você disse sim para muitas frases do mesmo tipo de imóvel e tamanho, fique atento! Talvez você tenha uma melhor qualidade de vida morando naquele tipo de imóvel com mais “sins”. O mais importante é saber o que você está disposto a abrir mão e o que é inegociável no seu dia a dia.

 

Considerações

O assunto é longo e são tantas características a serem levadas em consideração, que é comum ficarmos perdidos sobre o que é mais importante. O que abordamos nesse artigo é só o começo das informações sobre o que decidir antes de procurar um imóvel para alugar.

Faça uma lista de prioridades e divida em 3 partes: o que você precisa ter, o que torna a sua vida melhor se tiver e o que é negociável (não tem problema se não tiver). Em um próximo artigo eu vou compartilhar com você a minha experiência em escolher um imóvel para morar e quem sabe você se inspire!

Boa escolha e esperamos ter ajudado um pouquinho mais nesse processo!

 

A Mellro é um aplicativo que oferece soluções para ajudar você a encontrar um imóvel para morar. E ainda poder negociar o aluguel usando um contrato eletrônico gratuito, contratar seguro-fiança, fazer análise de crédito e gerenciar o aluguel. Isso tudo de forma prática e mantendo o controle nas suas mãos.

Saiba mais sobre o que a Mellro tem a oferecer clicando aqui, e veja os imóveis disponíveis no aplicativo baixando aqui.

Deixe seu comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Adicionar comentário: *

Name *

Email *

Website